quarta-feira, setembro 17, 2014

CHOVE



chove
sem permissão
chove
com raiva
chove
escorregando saudades
chove
azul
chove
outono
chove
chuva com cheiro
chove
infância
chove
sem roteiros
chove
no Tejo e no teu cabelo
chove
porque chove
chove
ainda
Frantz Ferentz, 2014

2 comentários:

Humberto Dib disse...

Muito bonito mesmo!
Adorei.
Grande abraço.
HD

Frantz Ferentz disse...

Muito obrigado :-) Abraço