sexta-feira, março 21, 2014

GOSTO DE LER-TE ÀS ESCURAS


No dia internacional
da poesia de 2014

no lombo da tua capa
ficaram umas cerejeiras a morar

nas badanas a tua vida brinca
não faz mal se prosa ou verso
ou invisibilidade

nas páginas há um caos com tua voz
e nem sei onde acabas
     se por acaso terminas

na prateleira procuro intimidades
onde apalpar as tuas coxas

finjo entender os teus títulos e subtítulos
e conotações mais húmidas

deixo cair o teu sutiã
como marcador de páginas

gosto de ler-te às escuras

Frantz Ferentz, 2014

segunda-feira, março 17, 2014

VAMOS FALAR DE TI



vamos falar de ti
mulher
            cidade
                       página

uma rua não traçada
uma silhueta adolescente
um bocado de chocolate
uma carícia furtiva
uma essência improvisada
um beijo azul
horizontes em todas tuas florestas

vamos falar de ti
deusa
            coxas
                       praia

Frantz Ferentz, 2014

sábado, março 15, 2014

MUJER MEDITERRÁNEO



mujer
de costas
desnudas
mediterráneo
en mi boca
tus muslos 
a la intemperie
salados
y en tus ojos
sirocos
susurrando


Frantz Ferentz, 2014

quinta-feira, março 13, 2014

NÃO-GENTE ~ NO-GENTE


declaro-me
não-gente

sou
ficção

e um telefonema
inesperado


*  *  *

me declaro
no-gente

soy
ficción

y una llamada
inesperada


*  *  *


I declare 
myself
non-people

I am
fiction

and an unexpected
phone call


Frantz Ferentz, 2014

sexta-feira, março 07, 2014

ERES EDÉN



eres terreno de resistencia
eres barricada
y calle mojada
y silencio que conmueve

eres inundación
invisible 
e imprevista

eres himno
improvisado
al saltar de la cama
aún caliente

eres edén
bajo tu pelo 
y una revolución pendiente
antes de que amanezca


Frantz Ferentz, 2014

domingo, março 02, 2014

MODOS DE CHOVER



choveu
em pingas lentas
pelo teu queixo abaixo

choveu
no teu umbigo assulagado

choveram
azuis
faróis na tua boca

mulher com que partilho sofá e manta. tardes de inverno inventadas. teus cabelos com raízes no meu peito. mulher mais mulher. quero afim escorregar pela tua barriga improvisando

choveu
entre violinos

choveu-te

choveu-me

choveste

chovi

chovemos

Frantz Ferentz, 2014